quarta-feira, 30 de abril de 2008

Toalhinhas para bandja

Já está se aproximando o dia das mães e toalinhas para bandeja é uma boa sujestão.






terça-feira, 22 de abril de 2008

Pano para copa

Veja este paninho para copa.
temos uma bela sugestão Misturar croche, pintura e fuxico.






sexta-feira, 18 de abril de 2008

Para bandeja

Para bandeja da mamãe, aquel bandejinha redonda...



segunda-feira, 14 de abril de 2008

Agulheiro

Lembrancinha para Mamãe.
Com um copinho de extrato de tomate com tampa, fiz a capinha em croche. A almofada para colocar as agulhas e alfinetes ´e um fuxico alcochoado. No copo cabe a tesouriha um tubo de linha e a fita metrica.
Aproeita a idéia





quinta-feira, 10 de abril de 2008

Toalhas para Lavabo

O dia das Mães se aproxima . É hora de começar a fazer as lembranças.Estas toalhinhas são bem sugestivas
Os barrados são iguais. Uma está pintada e aoutra fioi bordada com vagonite oitinho





sexta-feira, 4 de abril de 2008

Colcha fuxico /croche

Em janeiro coloquei aqui um caminho de mesa com este motivo e logo comecei a fazer esta colcha. Usei retalhos de tecido puro algodão e linha Carla.


Resposta para Cris

Querida: Respondi no hotmail mas voltou. Aqui está a explicação - Na parte aberta da frente basta unir e costurar.Beijo

Apologia da Agulha

Conta-nos uma antiga fabula que a
missão da agulha é digna de admiração,
pois com a sua missão ela abre
caminhos para uma linha, tecendo, unindo
bordando e cozendo com maestria. Por
mais nobre que seja a linha,é a agulha
que faz aparecer o seu colorido nos
bordados, até mesmo os fios de ouro só
reluzem sobre as mais ricas peças pela
humildade da agulha.
A agulha vence as dificuldades
contornado e unindo as peças que lhes
são confiadas. As vezes, fina e delicada,
perfura gentilmente tecido de pura
seda,mas também com vigor e energia,
adentra os tecidos mais densos e
pesados, transformando-os em peças
úteis e indispensáveis. Não é a agulha
que aparece depois do trabalho realizado;
não é a agulha que comparece aos ambientes
ou os corpos elegantes que desfilam
a alta costura; não é a agulha
que adorna os ambientes ou os corpos
elegantes que desfilam o traje
requintado. Mas... ela sabe da grandeza
da sua missão e continua fiel aos
propósitos de sua existência.

“Qualquer semelhança não é mera
coincidência. É poético e verdadeiro fazer tal
comparação. Lembra-nos o ofício de mãe em
sua sublime missão”

Deus te abençoe hoje e sempre Mãe!.